No Brasil a população sustenta o sistema. O imposto desumano e altíssimo cobrado no país é sobre o consumo, somos uma nação em que o pobre paga um imposto pesadíssimo e juros absurdos e o rico paga menos e muitas vezes nem paga. Pense comigo: se o imposto é sobre o consumo e a população paga na fonte, somos nós que sustentamos o país. E o que recebemos em troca? 

Juros bancários estratosféricos, um verdadeiro estelionato;

remédios caríssimos, muitos morrem por não terem condições de comprar;

transporte público caro e de péssima qualidade;

ausência do Estado nas áreas fundamentais para o bom andamento da população, a saúde pública é um acinte para o povo;

crescimento do poder paralelo agindo sempre com violência e oprimindo a população;

corrupção dos agentes públicos;

desordem social. 

Somos obrigados a obedecer as leis que nos são impostas pelos mais fortes, leis injustas, desumanas e destruidoras de vidas. O sistema foi montado para que nós sejamos eternos devedores e submissos pagadores dessas dívidas que nunca acabam, e isso acontece porque a grande dívida é sempre econômica e nunca social. 

Se a dívida é econômica o pobre deve o rico, se ela fosse social o rico deveria o pobre. Esse modelo opressor é PECADO aos olhos de Deus. Está na hora de invertermos essa realidade, sairmos da submissão, darmos um grito para a liberdade, essa diabólica dívida econômica atinge em cheio a honra das pessoas, afeta a família, tira a alegria e gera um desânimo que conduz a pessoa a vários tipos de doenças. 

Eles (os ricos e opressores) os devedores, nós somos a esmagadora maioria, vamos cobrar tudo o que eles nos devem. O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Chega de obedecer as leis criadas apenas para nos desumanizar, isso é opressão, injustiça e a bíblia diz que toda injustiça é PECADO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *